Comissão Municipal da Verdade é aprovada na Câmara de Niterói

Na noite desta quarta-feira (14), a Câmara Municipal de Niterói aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei 029/2013, de autoria do vereador Leonardo Giordano, que institui a Comissão Municipal da Verdade em nossa cidade. É um momento histórico e inédito, que institucionaliza e consolida o processo democrático em Niterói, no estado do Rio e no Brasil.

O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (seccional Rio de Janeiro) e presidente da Comissão Estadual da Verdade, Wadih Damous, esteve presente à sessão plenária que aprovou o projeto.

De acordo com ele, a iniciativa do vereador marca a história de Niterói. Wadih relembrou que, no último dia 7, uma bomba explodiu na sede da OAB-RJ, o que, em suas palavras, foi uma “clara retaliação” de setores conservadores da sociedade.

“O serviço Disque Denúncia recebeu uma ligação afirmando que haveria um atentado à bomba na OAB dirigido a mim, às vésperas da instalação da Comissão Estadual da Verdade. Não nos intimidaremos. Tudo será investigado para que o povo brasileiro saiba de todas as atrocidades cometidas contra os direitos humanos no estado e no país. A Comissão da Verdade de Niterói terá nosso total apoio. A Câmara Municipal está de parabéns”, destacou.

O subsecretário da CODIR (Coordenadoria Municipal de Defesa dos Direitos Difusos e Enfrentamento a Intolerância Religiosa), Renato Almada, assume o compromisso de acompanhar os processos e fazer a luta pelos direitos das minorias.

“Acompanharei os trâmites legais da Câmara para que a lei aprovada seja remetida ao prefeito Rodrigo Neves. Conversarei pessoalmente com ele para que seja sancionada com o máximo de velocidade possível, por reconhecer a importância da matéria”, destaca Almada.

Image

O vereador Leonardo Giordano comemorou a aprovação de seu projeto.

“É um passo importante para a consolidação da democracia no município. O estádio Caio Martins foi um dos maiores ‘campos de concentração’ de presos políticos aqui em Niterói. A Comissão Municipal da Verdade investigará as atrocidades cometidas contra os direitos humanos em nossa cidade”, ressaltou.

Além de Wadih Damous e Renato Almada, também estiveram presentes Nadine Borges, membro da Comissão Estadual da Verdade, e Fernando Dias, secretário geral da OAB Niterói.

Anúncios

Sobre Usuário

Administrador do blog.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s